Apresentação


Roteiro que se estende entre a capital e a vila raiana de Mértola atravessando algumas vilas cheias de encanto da região do Alentejo.

vista sobre Mértola

Enquadrado no tema das Pirites são pontos de passagem locais emblemáticos como São Domingos, Pomarão, Castro Verde, Aljustrel e Lousal.

A ida faz-se mais a Norte (Montemor-o-Novo) e o regresso a Sul (Grândola), o inverso também é viável.

Recomenda-se estadia na encantadora vila de Mértola, a qual se debruça sobre o Rio Guadiana, de modo a apreciar as suas fortes influências mouras.

O percurso abrange cerca de 600kms (desde a capital) maioritariamente feitos por nacionais.

A nossa volta "Rota das Pirites Alentejanas"

O roteiro está idealizado para duas noites, só assim será possível usufruir do plano e visitar todos os pontos propostos:

  • Primeiro dia: Viagem até Mértola com paragem em Cuba, almoço em Mértola e visita à vila durante a tarde.
  • Segundo dia: Visita ao Complexo Mineiro de São Domingos, visita ao Cais Fluvial do Pomarão com almoço, regresso a Mértola.
  • Terceiro dia: Regresso com paragem em Aljustrel e Complexo Mineiro do Lousal.

Em formato de uma noite, sugere-se eliminar a passagem por São Domingos:

  • Primeiro dia: Viagem até Mértola com paragem em Cuba, almoço em Mértola e visita à vila durante a tarde.
  • Segundo dia: Visita ao Cais Fluvial do Pomarão, regresso com paragem em Aljustrel e Complexo Mineiro do Lousal.

Também será possível fazer o percurso num dia, prescindindo da maioria das paragens e visitas:

  • Viagem até Mértola com paragem em Cuba, visita ao Cais Fluvial do Pomarão com almoço, regresso com paragem em Aljustrel.

O trajecto proposto é histórico mas sobretudo cénico, proporcionando paisagens ribeirinhas tranquilas e belas a cenários exóticos resultantes da extracção intensiva de minérios.